terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Três depósitos de R$ 2.500 já averiguados em processo arquivado causaram diligências em Mossoró


Sobre diligência do Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal no dia de hoje e que agitou o noticiário, a ida de agentes em determinado apartamento de Mossoró foi causado por três transferências registradas e declaradas, no valor de R$ 2.500 nas instituições bancárias, de um marido para a esposa no ano de 2013.

O mesmo repasse também foi objeto de acusação do MPF em outro inquérito: o da Operação Sinal Fechado como indício de irregularidade e no Supremo Tribunal Federal (STF) a denúncia não foi acatada por unanimidade pela Primeira Turma do Supremo.

Nenhum comentário: