terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Estudo sobre a Uern será apresentado em março

A Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte apresentará, até o início de março, estudo para apontar os impactos econômico e social da instituição de ensino para o Estado. O documento será elaborado por professores de Economia da Uern e apresentado na Câmara de Mossoró, como parte das atividades do movimento. A informação foi confirmada ao presidente do movimento, na segunda-feira que passou 6.

“O estudo vai mostrar o quanto a Uern é importante para o Rio Grande do Norte, pois vai apontar a relevância social da instituição. A Frente é um mecanismo de luta, não só contra a ideia de privatização, mas também contra a falta de investimentos e de condições para que possamos oferecer ensino, pesquisa e extensão com qualidade”, defendeu Francisco Carlos.

Apoio
O subchefe do Departamento de Economia, professor Leonildo Tchapas, enfatizou o apoio à Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern, e disponibilizou a estrutura do curso para a elaboração do estudo.

“Nós nos colocamos à disposição para realizar o levantamento das informações e elaborar o estudo. Nossa ideia é contribuir para que a sociedade conheça a importância da Uern”, destacou.

As atividades da Frente seguiram com uma visita ao reitor da Uern, Pedro Fernandes. Ele defendeu que representantes das câmaras municipais aonde existem campus avançados da Uern participem da Frente.

“Essa é uma forma de mostrar a importância da Uern para todo o Estado. a Uern é um bem, fez o bem, faz o bem e precisa continuar fazendo o bem, levando educação pública, gratuita e de qualidade aos potiguares e às pessoas que vêm de outros estados”, frisou.

Autonomia
O deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), “Souza”, também participou do encontro, e voltou a defender a autonomia financeira da Uern. Nos próximos dias ele deverá entrar com um pedido para realização de audiência pública para tratar do tema na Assembleia Legislativa.

“Precisamos avançar nessa discussão. Ampliar o debate em torno da autonomia financeira e em favor da universidade. Entendemos a importância da Uern e vamos levar as ações da Frente de Defesa da Uern para o âmbito estadual”, afirmou.


Nenhum comentário: