segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Mossoró deverá ter período chuvoso dentro da média

O I Fórum Climático da Região Oeste reuniu cerca de 200 representantes de Mossoró e demais municípios da Região Oeste do Rio Grande do Norte. O evento teve o intuito de discutir as previsões da meteorologia, devido à necessidade dos agricultores.

O meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, destacou que as previsões da meteorologia para a o Oeste do Estado apontam que deve chover nos próximos meses 778,4 milímetros, sendo destes 75,6% entre os meses de fevereiro e maio. Ele explica que já estão acontecendo algumas chuvas no interior do Estado, mas que ainda não são chuvas do período chuvoso. “Deveria haver mais fóruns como esse, para aproximar o agricultor e o pecuarista da informação e que ela sirva para o desenvolvimento regional”, destacou.

O secretário de Estado de Recursos Hídricos, Maírton França, destacou que a situação dos reservatórios no Estado é crítica, mas que espera chuvas dentro da média. “Precisamos de resposta a curtíssimo prazo e essa resposta seria chuva mesmo, por exemplo, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves comporta pouco mais de dois bilhões de metros cúbicos e está com apenas 2% da capacidade”, explicou.

Mossoró hoje é abastecida por poços profundos da Caern e pela barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a perspectiva, segundo o secretário, é que comece a ser abastecida também pela adutora Santa Cruz. “Essa Adutora está com apenas 3% faltando para ser concluída, falta basicamente um trecho dentro da cidade de Apodi. Nós estamos junto com a Caern vendo a possibilidade de perfuração de poços de alta vasão ao longo desta adutora, para o caso de Mossoró vir a precisar”, continuou Maírton França.


A secretária municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, Katherine Bezerra, resumiu como positivo o evento. “Acho que os agricultores ficaram satisfeitos com os esclarecimentos. Atingimos o objetivo, tenho certeza que cada um deles entendeu. Nosso próximo passo é estabelecer o calendário agrícola”, concluiu.

Nenhum comentário: