sábado, 21 de janeiro de 2017

Como resolver tudo em 21 dias?

Estamos mesmo em que dia de janeiro? Neste sábado são exatos 21 dias. Esse é o tempo que a atual administração mossoroense tem para maturar tudo e apresentar respostas a todos os problemas que a sociedade local enfrentou, pelo menos, nos últimos dois anos. Esse é o pensamento de alguns, que insistem em exagerar na dose e partir para o ataque. Simplesmente por atacar. O blog já leu de tudo e, por último, de que o problema no sistema carcerário é da prefeita Rosalba Ciarlini, que foi governadora do RN e com mandato encerrado em 31 de dezembro de 2010. De lá para cá são exatos dois anos e 21 dias de distância.

O problema é que alguns insistem na teoria do imediatismo. Vamos por parte: Mossoró fechou 2016 com salários em atraso. Dias passados o blog com uma agente de saúde e esta afirmou que ficou sem receber meses de novembro, dezembro e o décimo, que é pago no mês de aniversário do servidor. No caso dela, foi novembro. Assim como essa agente de saúde, certamente outros exemplos estão surgindo e avolumando queixas. O servidor tem o direito de receber, sim. É fato.

Esse era só um exemplo para ilustrar a situação de caos em que estava Mossoró. O blog não está fazendo apologia em favor de Rosalba ou dizendo que não se tem problemas. O que está se colocando aqui é que, a priori, é apresentado um prazo para novos gestores apresentarem resultados. E esse prazo é, geralmente, de 100 dias. Algo que não deve ser levado em consideração em  Mossoró, pois os exageros no mundo virtual são gritantes. Mas vamos com calma... 

A própria prefeita já disse que vai pagar aos servidores. E o blog entende que só não houve avanço nas afirmações de Rosalba porque falta o básico em todo início de governo: informação. Algo que não se teve na transição e os problemas simplesmente se avolumam quando uma nova gestão começa sem que tenha, em mãos, noção sobre o andamento de questões administrativas. O blog não vai dizer que foi algo maquinado pela gestão passada... Mas abre margens para isso...

Olhem a saúde, por exemplo: as Unidades Básicas de Saúde estavam desabastecidas de medicamentos e de material de expediente. A UBS Dr. Ildone Cavalcante, no bairro Barrocas, ainda segue fechada, tal os descalabros deixados. E quem sobre é a população. Pacientes estavam sem transporte para tratamento em outras cidades... Enfim, um baita problema que começou a ser solucionado. E o blog volta a dizer: não está defendendo a atual gestão. Apenas enfatiza que não se pode cobrar demais sem que se tenha cobrado da gestão anterior. Quem faz isso está sendo, no mínimo, intransigente e escrevendo pelo simples fato de escrever algo contra. Só isso.

Agora com relação à segurança, não se pode atribuir à prefeita Rosalba algum problema na área. O governador do Rio Grande do Norte, há dois anos e 21 dias, é Robinson Faria. E cabe a ele apresentar alguma solução. A Agência Brasil traz material dizendo que Robinson vai, em outras palavras, fechar o presídio de Alcaçuz, onde aconteceu - e está acontecendo - briga de facções criminosas que lutam pelo domínio do poder paralelo. Se fosse questão a ser resolvida por Rosalba, quem estaria afirmando isso à Agência Brasil era ela, e não Robinson. Não é verdade? Então é hora de dar um  tempinho e esperar, pelo menos, um mês de administração. Já que tolerância de 90 dias não deverá ser respeitada.

Nenhum comentário: