sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Temporada de caça aos votos começou

O dito popular, de que "peixe morre pela boca", quando aplicado ao cotidiano das pessoas e dos que querem conquistar votos, casa perfeitamente com a realidade de Mossoró. Dias passados, quase no final da tarde, surge um grupo de mulheres que estava a serviço de determinado candidato a prefeito justamente na casa do titular deste espaço.

Conversa vai, conversa vem, ficou bem evidente a tentativa de desqualificar a posição de eleitores que pensam diferente de tal grupo. Obviamente que as mulheres foram devidamente orientadas para "vender o peixe" do seu patrão. O papo esquentou e uma delas alterou a voz. Algo bem típico de quem é contrariado e quer impor sua verdade à base do grito. Algo que não cola. Não com o blog. Grito por grito, a palavra mais alta que pode ser dita está no silêncio, no desprezo e na indiferença. E talvez foi o grito silencioso que incomodou quem quer se sobressair.

Ora, em pleno século 21 ainda tem gente que quer fazer os outros de idiota. Foi-se esse tempo. Dizer por dizer, todo mundo diz. O difícil é dizer e comprovar. Algo que, definitivamente, as mulheres não foram devidamente orientadas. A culpa não é delas. É de quem diz uma coisa em público quando outra totalmente diferente é falada pelo coração. Assim não dá e é impossível enxergar verdade nessa incombinável dualidade.

Difícil acreditar em quem diz que vai fazer sem nada ter feito. É o básico para não acreditar na verdade que se quer vender. Ainda mais em política, área bem complicada para se unir algo complicado e que envolve o sentimento coletivo. E ali, na calçada, apenas uma constatação: a temporada de caça aos votos começou.

Nenhum comentário: