sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Saldo de uma quinta-feira cheia de surpresa

Reviravolta, e das grandes, na política mossoroense. Quando todos esperavam uma coisa, veio outra totalmente diferente. Vamos por parte: primeiro veio a ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), que quebrou todos os vínculos com a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) e anunciou apoio à candidatura do empresário Tião Couto (PSDB) à Prefeitura de Mossoró. Um novo caminho a ser trilhado. Novas vertentes. Talvez ainda fruto da recente decisão da Justiça Eleitoral, que cassou seu mandato de prefeita, conquistado nas eleições de 2012. Capítulo a ser escrito de agora em diante.

Em segundo veio a decisão da ex-prefeita Fafá Rosado, que deixou o comando do PMDB poucas horas da convenção. Fafá era tida como opção para compor chapa com Rosalba Ciarlini. Pressão de todo lado. Inclusive do próprio PMDB. Contra, obviamente. Aliado a isso, veio a aliança com o PSB, comandado pela ex-deputada federal Sandra Rosado, com Rosalba. Não é novidade que Fafá e Sandra não são apenas adversárias políticas. É fato. Além disso, a forte campanha feita pela vereadora Izabel Montenegro (PMDB) contra Fafá. E o resultado foi o rompimento de Fafá com a aliança PMDB/PP. O futuro que vem, ninguém sabe.

Em terceiro, a definição da chapa encabeçada por Roslaba: a odontóloga Nayara Gadelha (PP) foi anunciada. Nem Fafa´, tampouco Larissa Rosado (PSB) ou Lairinho Rosado (PSB), como chegou a ser especulado, ventilado e comentado.

Por último, a convenção do PSD, que homologou a candidatura à reeleição do prefeito Silveira Júnior. O blog não vai falar em números, como disse a assessoria do PSD. Apenas informar que muita gente foi prestigiar o evento. Apesar de desgastado e com elevado índice de rejeição, Silveira comemorou o feito. Mas isso não quer dizer absolutamente nada. Até porque cinco ou seis mil pessoas em um evento político, isso para uma cidade do porte de Mossoró, e ainda mais com em pleno mandato, é normalíssimo. Não seria se fosse diferente. Voto na urna é outra história. Mas, sem dúvida, surpreendeu.

E fica só uma dúvida: qual será o caminho a ser trilhado por Fafá Rosado?

Nenhum comentário: