quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Blocão de lado a lado

Chapão, blocão, acordão... São palavras que surgem aos borbotões. Obviamente que, em se tratando de política, o objetivo é um só: vencer. Apoio de fulano ou beltrano não implica, necessariamente, em nada. Fosse diferente, a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) e o prefeito Silveira Júnior (PSD) estariam, cada um no seu quadrado, com o blocão a ir às ruas. Rosalba por ter o apoio do grupo da ex-deputada federal Sandra Rosado (PSB). Silveira, pelo suporte de 14 partidos políticos. Então, de lado a lado, está todo mundo fazendo o mesmo.

Logo mais à noite Silveira terá sua candidatura confirmada em convenção do PSD. Amanhã será a vez de Rosalba. Silveira já tem o candidato a vice-prefeito definido: Micael Melo (PTN). Rosalba, a esta altura do campeonato, certamente já tem o nome. Mas este ainda não foi divulgado. Fala-se em novidades. Em nome novo. O jeito é esperar.

O certo é que não há nada de errado em agregar apoios. Pelo contrário. Todos os postulantes ao Palácio da Resistência seguem o mesmo caminho. Fala-se que fulano terá 60 candidatos a vereador e que tal montante renderia votos à chapa majoritária. Não deixa de ser uma verdade. Mas não esperem carradas de votos. Tem candidato desconhecido, pouco conhecido e conhecido. Obviamente que, pela lógica, aquele que tiver maior alcance renderá mais.

É certo também que Silveira tem maior suporte de vereadores que tentarão a reeleição. Mas o lado negativo é que muitos deles enfrentam alto índice de rejeição e descrédito. Isso por enes motivos, os quais não cabe ao blog enumerar. Não agora. Quem acompanha o noticiário político de Mossoró sabe perfeitamente quais são.

Nenhum comentário: