terça-feira, 3 de maio de 2016

Caern retém contas de consumo excessivo dos clientes

Para oferecer maior comodidade aos usuários da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), está sendo implantando um novo serviço de análise de contas que apresentam consumo excessivo. Dessa forma a empresa evita o deslocamento do cliente aos escritórios a fim de registrar o atendimento (RA) que é o início do processo. De acordo com o novo procedimento, quando o técnico faz a leitura do hidrômetro e verifica que o consumo de água foi superior a cinco vezes a média dos últimos meses, a fatura é retida e o consumidor recebe um aviso contendo as orientações. A partir daí é feito um Registro de Atendimento (RA), sem a presença do usuário, para apurar as causas da alteração no consumo.

Uma das instruções ao consumidor é para a disponibilizar os serviços eletrônicos da Caern, através da Loja Virtual, inserida no site ou telefonar par um dos números contidos na própria conta na parte superior à direita. O Aviso adverte que foi registrada uma leitura de hidrômetro e constatado um consumo muito superior ao esperado. Para evitar transtornos, a Caern retém a conta para análise e posteriormente enviada. A empresa recomenda verificar a existência de vazamentos no imóvel.

VAZAMENTOS
A maioria dos excessos no consumo de água acontece por causa de vazamentos internos, muitas vezes não percebidos pelos usuários. O assessor Comercial José Dantas informa que quando isso acontece e o cliente retira o vazamento, a Caern retifica a conta que apresentou o “estouro” de consumo e faz outra com base na média de consumo dos seis meses anteriores ao vazamento. Mas adverte que o conserto do vazamento deve ser providenciado rápido porque de acordo com as normas e procedimentos da companhia, só é possível retificar até duas contas.

Os vazamentos mais frequentes são encontrados em válvulas de descargas, em boias quebradas, tubulações antigas e enterradas, torneiras e chuveiros que extravasam e mangueiras com pequenos furos. Comprovada a existência de vazamentos, o proprietário deve consertar imediatamente o dano, informando à companhia a solução do problema para obter desconto na emissão da nova conta.


No aviso entregue ao cliente, é apresentado o histórico de consumo dos últimos seis meses para que o consumidor avalie a quantidade de metros cúbicos de água consumida mês a mês pelo imóvel. O assessor Comercial, José Dantas, recomenda aos usuários que façam sua própria leitura, anotando os números aparentes no hidrômetro para que sejam comparados com o consumo do mês anterior e assim evitar surpresas com os excessos e valores elevados.

Nenhum comentário: