sexta-feira, 1 de abril de 2016

Quem está aplicando golpe em quem?

Enche o saco essa história de golpe. Militantes vão ás ruas protestar contra o protesto que se faz contra o governo Dilma Rousseff. Apregoa-se que é preciso garantir emprego e renda, por meio da democracia. Que é preciso avançar mais na educação, na saúde. Que é preciso assegurar os direitos das pessoas. Mas tais direitos não estão garantidos? Fala-se que o "golpe" que estaria travestido de impeachment traria o retorno da ditadura. Mas não estamos vivendo uma? Ou todos acham que o simples fato de repudiar quem é contrário ao governo não seria uma tentativa de impor uma verdade?

O fato é que o PT está no comando do Brasil desde 2003. São 13 anos. Tempo suficiente para se tentar instituir uma ditadura. O mesmo que acontece em São Paulo, onde o PSDB manda e desmanda por cerca de 20 anos. Algo que não é benéfico para a democracia, pois os líderes partidários passam a enxergar a coisa pública como extensão de suas casas e confundem o público com o privado. O resultado é a meleca que está o Brasil.

Se houve algum problema de ordem administrativa com viés jurídico, a presidente Dilma Rousseff deve ser responsabilizada e punida. Afinal, ela foi eleita e reeleita para administrar, e bem, o Brasil. Não se pode é admitir a possibilidade de perpetuação de um discurso enfadonho e ultrapassado, de que a esquerda está sendo vítima de um discurso discriminatório... Quem está sendo discriminado, na verdade, é o cidadão. Sim, pois não se tem transparência em nada. E isso é em todas as esferas governamentais.

Agora uma coisa o protesto contra a oposição tem razão: a queda de Dilma beneficiaria o PMDB, que se assumir o comando do Brasil seria o maior retrocesso da história. É que ao longo do período político pós-redemocratização, os peemedebistas sempre estiveram perto do poder. De uma maneira ou de outra. Mas o PT sabia disso perfeitamente quando fez o convite para Michel Temer ser o candidato a vice de Dilma em 2014. Contudo, em nome da tal governabilidade, acabou sendo vítima da própria armadilha. Sim, porque tudo o que está acontecendo no Brasil hoje tem um só objetivo: o poder. Do PMDB, evidentemente.

Tirar seis para colocar meia dúzia não seria producente para o País. De ruim por ruim, será bem melhor Dilma concluir o seu mandato. A oposição, especificamente o PMDB, que tente se aparelhar politicamente para garantir vitória em 2018.

Essa história de golpe disso, golpe daquilo, cansou. Já se falou o que se tinha. E ficar repetindo as mesmas coisas é apelativo.

Nenhum comentário: