quinta-feira, 31 de março de 2016

Três UBS's fazem exame eletrocardiograma

A Atenção Básica passou a oferecer esta semana dois importantes serviços à população. A realização de exame de eletrocardiograma em três Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e o reforço de profissionais residentes médicos e multiprofissionais já estão reforçando o atendimento, medidas que fazem parte do processo de reestruturação da Atenção Básica

O prefeito Francisco José Júnior acompanhou, na manhã desta quinta-feira, 31, o atendimento na UBS Lucas Benjamim, situada no bairro do Abolição III. A unidade foi contemplada com o serviço de eletrocardiograma e com residentes médico e multiprofissional. O eletro já está sendo disponibilizado, desde o início desta semana, também nas UBSs Durval Costa (Walfredo Gurgel) e Sinharinha Borges (Barrocas).

Já os residentes, médicos, multiprofissionais e de ginecologia e obstetrícia, que chegaram ao Município devido a uma parceria exitosa com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), estão em atuação em diversas unidades da Atenção Básica. “É uma experiência muito produtiva, porque aprimora nossos conhecimentos e nos aproxima dos profissionais, o que facilita a implantação de ações em favor da comunidade”, comemorou a enfermeira Ilana Barros, residente.

A moradora do Abolição III e paciente da unidade também elogiou os serviços. “Eu gostei muito do eletrocardiograma pela agilidade. Recebemos o laudo em cinco minutos e também me entusiasmei quando vi os profissionais residentes”, afirmou. O exame feito com o eletrocardiógrafo é disponibilizado em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) e acontece de forma agendada nas Unidades Básicas de Saúde.

Ainda durante a visita, o prefeito Francisco José Júnior destacou que investir na prevenção e promoção à saúde, dever da Atenção Básica, é garantir que mais problemas de saúde sejam resolvidos nas próprias unidades, diminuindo encaminhamentos às Unidades de Pronto Atendimento e hospitais gerais. “Quando fortalecemos a prevenção, garantimos que um número menor de pessoas adoeça e procure hospitais de urgências, por complicações que poderiam ter sido resolvidas em unidades de saúde. Esses serviços marcam a continuidade da reestruturação da Atenção Básica”, finalizou.


Fonte: Secom/PMM 

Nenhum comentário: