quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Por quais motivos os empresários amedrontam?

Por quais motivos o projeto "Mossoró Melhor" passou a ser, de uma hora para outra, tão criticado? Assessores do prefeito Silveira Júnior não escondem a tática, a ordem passada: queimar toda e qualquer iniciativa que possa ameaçar algum projeto político. Se os nomes em discussão, especificamente do empresário Tião da Prest, não representam nenhum problema, por quais motivos está se dizendo que os empresários não têm voto? Ou que seria, em outras palavras, apenas um ensaio mal sucedido para as eleições deste ano?

A velha e manjada tática de desqualificar adversários já não cola. Todo mundo sabe que se trata de um planinho que vem sendo executado para tentar conter o avanço do projeto "Mossoró Melhor".

Todo mundo sabe que não foi à toa que os empresários conseguiram construir seus empreendimentos: com esforço, planejamento e dedicação. Algo que pode ser uma das alternativas para a Prefeitura de Mossoró, já que não se vê esses requisitos em andamento na atual administração.

Bem disse o vereador Francisco Carlos, quando afirmou que o prefeito mossoroense se preocupou em fazer a parte política antes para, depois, pensar no administrativo. E a cidade está como está. Será tarde para recuperar o tempo perdido? Não se sabe. Contudo, pelo tempo administrativo que ele terá este ano, dificilmente o "Novo Governo" vai render.

Além dos empresários, já se percebe que tem "silveirista" apontando que a ex-governadora Rosalba Ciarlini enfrentará dificuldades judiciais. E falou-se até que ela teria que explicar algo relacionado ao Idema. Se o caminho for por aí, o prefeito também terá que explicar muita coisa. A começar pelo escândalo na Semob, o qual resultou na "Operação Desmob".

Nenhum comentário: