segunda-feira, 8 de junho de 2015

... E o Pingo acabou se transformando no Mei Tarde

Fizeram tanta promoção
Fizeram tando alarde
Tanto que o 'Pingo da Mei Dia'
Se transformou no 'Pingo da Mei Tarde'

A quadra acima reflete um pouco o espírito de desorganização que imperou na abertura oficial do "Mossoró Cidade Junina". Algo que deveria ter acontecido ao meio dia em ponto, como era de praxe e com o "Pingo da Mei Dia", acabou se transformando em outra particularidade. Talvez a Prefeitura de Mossoró, por meio de algum estudo, resolveu alterar o horário do evento e começou a festa por volta das 14h30. O "Pingo da Mei Dia" acabou se tornando "Pingo da Mei Tarde". Para desespero de uns.

A começar pela ausência: o governador Robinson Faria (PSD) não veio. Levou falta. Talvez temendo o óbvio: vaias. E foi isso que aconteceu. Na abertura do "Pingo da Mei tarde", o prefeito Francisco José Júnior (PSD) acabou atraindo para si todo o prejuízo político causado pela inoperância do Governo do Estado. Somando-se à insatisfação popular contra a administração municipal, o resultado não poderia ser outro. Silveira até tentou, mas não evitou o pior. Mesmo com um discurso relâmpago, o gestor municipal acabou sendo "destronado" do slogan de sua campanha, pois as vaias direcionadas a ele, com o Corredor Cultural lotado, acabou se transformando em algo bem pior do que você imagina.

O titular do blog esteve um pedacinho de tempo no evento. O esquema de camarote instituído para o evento foi contrário ao que se pensou. Camarotes em calçadas? Barracas do mesmo modo? Circular por aquele emaranhado de desencontros foi complicado. Para uma leitura simples: a festa popular foi elitizada. Ao extremo. E, para piorar, algumas pitadas de desorganização incrementaram o evento.

Mas o que aconteceu para que o evento fosse aberto tão tarde? Quem se destinou à Avenida Rio Branco no horário previsto acabou se cansando antes da hora. 

A quem atribuir a desorganização? Em vídeo publicado em sua conta pessoal no Facebook, o cantor André Luvi disse que não pôde fazer sua apresentação em virtude da falha de comunicação. Ele deveria se apresentar em horários diferenciados. Mas do "Pingo da Mei Tarde" deste ano, o que ele pôde vivenciar foi apenas estar em cima de um trio e nada mais.

No quesito segurança, foi a primeira vez, em se tratando de arrastões com trio elétrico, que o blog viu guardas municipais trabalharem na espécie de cordão de isolamento de trios. Esse papel, crê o titular deste espaço, deveria ter sido feito por segurança terceirizada. Não por guardas municipais.

Bom, mas tudo já passou. E os erros do evento, certamente, estão sendo analisados para que não se repitam nos próximos anos. Seja lá quem estiver na Prefeitura de Mossoró.


Nenhum comentário: