terça-feira, 7 de abril de 2015

RN Sustentável abre licitação para Hospital Materno-Infantil

O programa RN Sustentável, que está sendo desenvolvido pelo Governo do Estado com financiamento do Banco Mundial, já iniciou o processo licitatório para a contratação dos projetos de engenharia e arquitetônico do Hospital/Ensino Materno-Infantil de Mossoró, que será construído no Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte(UERN).

A informação foi dada nesta segunda-feira, 06, pela gerente do RN, Ana Pêta, que representa a Secretaria Estadual de Saúde Pública, durante audiência do reitor Pedro Fernandes com o Secretário Estadual de Saúde, Ricardo Lagreca.

Destacando que o Hospital Materno-Infantil é a obra mais representativa da saúde no RN Sustentável, Ana Pêta esclareceu que estão sendo feitas as especificações do projeto como quantidade de médicos e enfermeiros e serviços que serão ofertados, entre eles: Casa da Gestante; alojamentos, Banco de Leite e outros. O Hospital, que será construído dentro dos moldes do Ministério da Saúde, contará com 130 leitos, sendo 30 de UTI (neo-natal, pediátrico e adulto) e será referência para Mossoró e regiões do Vale do Açu e Oeste.

"É uma obra de R$ 17 milhões e a maior do RN Sustentável na saúde", confirma o secretário de Saúde, Ricardo Lagreca, para quem o Hospital fará uma transformação em termos de assistência, oferecendo cidadania com tratamento humanizado. "Na hora em que o Hospital estiver atendendo bem, a Universidade estará ensinando bem", completa o secretário. Na crise materno-infantil pública e privada, o novo Hospital de Mossoró será o melhor do Estado porque contará com estrutrura física e equipamentos modernos e terá capacitação e ensino.

O Hospital servirá de campo de estágio para os alunos de Medicina, Enfermagem, Serviço Social e Educação Física, além da qualificação dos profissionais, através das residências médicas já ofertadas pela UERN nas áreas de Pedriatria, Ginecologia e Obstetrícia.

Para o reitor Pedro Fernandes, a graduação e a pós-graduação na UERN estarão integradas à assistência ao cidadão. A concepção do Hospital é prestar atendimento à população e fortalecer a formação dos novos profissionais na Universidade, possibilitando condições dos egressos a permanecerem na região em virtude das residências médicas e, ainda, pela qualidade dos serviços de saúde que o Hospital ofertará.

O reitor Pedro Fernandes solicitou audiência com o prefeito Francisco José Júnior e secretária de Saúde de Mossoró, Leodise Cruz, para propor parceria para o Hospital Materno-Infantil. Ele entende que UERN, Estado e Município, com o apoio do Banco Mundial, poderão promover avanços significativos na saúde pública do RN com o novo Hospital.

O Hospital/Ensino Materno-Infantil de Mossoró também terá como diferencial a atenção humanizada ao aborto (entre os leitos obstétricos) e atendimento aos casos de violência sexual.

Fonte: Agecom/Uern

Nenhum comentário: