segunda-feira, 20 de abril de 2015

PMM ultrapassa LRF em mais de R$ 8 mi

A Prefeitura de Mossoró está acima do limite prudencial e não poderá convocar nenhum aprovado em concurso público ou conceder reajuste salarial. Pelos números publicados no Jornal Oficial do Município (JOM), a folha de pessoal está consumindo 53,21% da arrecadação corrente líquida. 

Em números, dos R$ 461.459.408,91 da arrecadação corrente líquida, a Prefeitura de Mossoró usou R$ 245.522.881,21 na folha de pagamento, o que corresponde exatamente a 53,21%.

Pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o limite prudencial, de R$ 236.728.676,77 (ou 51,30% da arrecadação) foi ultrapassado em R$ mais de R$ 8 milhões (é só fazer as contas: R$ 461.459.408,91 menos R$ 236.728.676,77).

Leia mais sobre o assunto na edição impressa do Jornal de Fato desta terça-feira.

Nenhum comentário: