segunda-feira, 20 de abril de 2015

Empresários querem lançar candidato a prefeito de Mossoró

Se o cenário político mossoroense permanecer o mesmo até setembro que vem, a tendência é que algo que está sendo discutido nos bastidores comece a ganhar corpo. O titular do blog ficou sabendo que seis empresários da cidade estavam quase certos de que apoiariam a postulação do ex-reitor da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Josivan Barbosa de Menezes (PT), à Prefeitura de Mossoró em 2016. Mas ele aceitou convite feito pelo prefeito Francisco José Júnior (PSD) e assumiu a Secretaria Municipal de Planejamento. Antes disso, ele era a bola da vez para contar com o respaldo de quem manda na economia local. Mas agora, entendem os empresários, Josivan foi "contaminado".

E o blog explica: quando se fala em contaminação, isso quer dizer que o ex-reitor da Ufersa não tem como mais desvincular seu nome da atual administração. A qual, para os empresários, está deixando a desejar. Em outras palavras: algo que o blog já disse: falta ação.

Assim sendo, e sem perspectivas de que algum nome novo surja, o grupo de empresários está decidido a enfrentar a peleja eleitoral de 2016. Para tanto, um deles precisa se filiar a algum partido político.

O blog conversou com um dos empresários no final de semana, mas não foi autorizado a falar em nomes.

A única coisa que se pode dizer é que o grupo vai esperar mais um pouco. Só um pouquinho. Coisa de dois ou três meses. Se a situação se inelegibilidade da ex-governadora Rosalba Ciarlini (sem partido) continuar, um deles vai se filiar até o final de setembro que vem. É que os empresários acham que Rosalba ganharia a eleição.

Como não se tem nenhuma definição, e os empresários não creem em agregação dos grupos políticos que atuam na cidade, a alternativa será uma candidatura da classe empresarial.

Para que a curiosidade não seja tão grande, o grupo é formado por empresários com atuação na área de petróleo, construção civil e outras. E, pelo que o blog ouviu, a conversa não é brincadeira.

Nenhum comentário: