sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Problemas administrativos ofuscam prefeita de Areia Branca

Quem anda por Areia Branca percebe perfeitamente que a situação da prefeita Luana Bruno (PMDB) não é das melhores. Administrativamente, a gestão dela tem deixado a desejar e se for feita alguma comparação com o passado que se viu em Natal, alguém até poderia dizer que no quesito "popularidade" Luana perderia feio para Micarla de Souza.

Pode ser exagero, mas basta circular pela cidade areia branquense para perceber que o clima não está favorável à prefeita. 

Trocando em miúdos: Luana Bruno, se a eleição fosse hoje, não se reelegeria. Algo que prejudica o seu pai, ex-prefeito Bruno Filho (PMDB). Bruno era o candidato à Prefeitura de Areia Branca em 2012, mas foi impedido juridicamente de participar da eleição e colocou a filha como substituta na chapa.

Com essa dificuldade administrativa, provavelmente Luana Bruno não seja candidata. E afunda as chances do PMDB de continuar no comando da Prefeitura Municipal. Faltam nomes e os que existem não estão dispostos a pagarem preço alto em favor de algum projeto político partidário. Não vale à pena.

E, diante de tal quadro, quem está em alta é o deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o Souza. Ele, no popular, está "de melé solta", circulando em todas as correntes políticas. Evidente com exceções. 

Assim posto, Souza tem tudo para aparecer como "salvador" da pátria areia branquense. A primeira medida tomada nesse sentido foi a realização do tradicional arrastão no carnaval, que saiu da praia de Upanema com destino ao Centro da cidade.

E Souza até teria um nome para apoiar: Toninho Souza.

Resta saber como as coisas se comportarão a partir de agora. De uma coisa já se tem quase certeza: dificilmente a prefeita Luana Bruno se recuperará administrativamente para ter fôlego e ir à disputa mais uma vez.

Nenhum comentário: