terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Luiz Carlos deve estar de orelha em pé

O vice-prefeito Luiz Carlos (PT) deve ter ficado de orelha em pé com a ida do ex-reitor da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), professor Josivan Barbosa de Menezes (PT), para a Secretaria Municipal de Planejamento. Todo mundo sabe que Josivan tem pretensões políticas. Tanto que ele chegou a compor chapa com Larissa Rosado (PSB) nas eleições de 2012. Não deu certo, mas o sonho não acabou. Apenas adormeceu.

Ao convidar Josivan para integrar sua equipe, o prefeito Francisco José Júnior (PSD) abre espaços para especulações. E a primeira é de que em 2016 Luz Carlos não teria vaga na chapa majoritária. O PT continuaria. Mas com outro representante. E Josivan Barbosa certamente entra no campo das sondagens.

Até porque não faz sentido ele ocupar a pasta de Planejamento. Até que tem ligação indireta com a experiência dele na Reitoria da Ufersa. A que lhe caberia melhor seria a de Desenvolvimento Urbano. Até pelo perfil empreendedor.

Daí que o blog levanta a questão: a ida de Josivan para a equipe de Silveira tem tudo para apresentar um viés político mais na frente. Um caráter de substituição. De inserção. De composição. Para 2016.

Nenhum comentário: