quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Primeiro rompimento ocorre em Pau dos Ferros

O primeiro racha do segundo turno foi concretizado. E veio de Pau dos Ferros. Por lá, o prefeito Fabrício Torquato (DEM) e o ex-prefeito Leonardo Rego (DEM) já não falam a mesma língua. Tudo porque Fabrício avisou que apoiará quem realmente tinha vontade: o vice-governador Robinson Faria (PSD). Leonardo seguirá com Henrique Eduardo Alves (PMDB). Nas terras pauferrenses, Robinson Faria derrotou Henrique. O pessedista obteve 5.972 votos contra 5.722 dedicados ao peemedebista. Uma diferença de 250 votos.

Esse clima de racha tende a se espalhar por outros municípios e a coordenação da campanha de Henrique terá que se desdobrar para conter as chamas, que ameaçam se alastrar e causar estrago grande.

A aliança PMDB/Pau dos Ferros não agradou ao prefeito Fabrício Torquato. Até porque ele já tinha percebido que precisava fincar raízes nesta eleição para não ser "degolado" pelo DEM em 2016. Agora, com a opção por Robinson Faria, a tendência é que ele seja expulso do Democratas por "infidelidade partidária".

O rompimento do prefeito com o ex-prefeito era coisa certa. Até porque tanto Fabrício quanto Leonardo pensam em 2016. O prefeito tem o direito natural à reeleição e Leonardo quer retornar à Prefeitura de Pau dos Ferros. Como o DEM já tem "jurisprudência" de negar reeleição - começou com a governadora Rosalba Ciarlini - Fabrício ficou, digamos, escabriado com a sua situação.

Nenhum comentário: