quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Começam a surgir nomes à Prefeitura de Mossoró

2014 que nada. Todo mundo só fala em 2016. Tema de um lado a outro da cidade (para quem gosta de tentar adivinhar o futuro ou seguir nas especulações). E com o blog não é diferente. Passadas o segundo turno das eleições - especificamente para o Governo do RN - tudo o que se diz é uma coisa só: Rosalba Ciarlini está em alta.

Bom, antes de seguir nisso, é preciso analisar fatos que podem ter passados em "brancas nuvens". No primeiro turno, a governadora Rosalba Ciarlini não emitiu nenhum sinal claro sobre quem seria seu candidato. Apesar, obviamente, de se saber que o único em quem ela não votaria seria Henrique Eduardo Alves (PMDB) por motivos bem claros.

No segundo turno a coisa foi diferente. Ela, que vinha com agenda administrativa intensa, deu sequência a isso. Em Natal, por exemplo, a reabertura da Cidade da Criança talvez tenha sido ponto positivo. Em Pau dos Ferros entregou adutora. E, entre idas e vindas, passou dois ou três dias por Mossoró, onde visitou bairros e localidades rurais.

No sábado que antecedeu ás eleições, ela chegou a se deixar fotografar com um adesivo de Robinson Faria (PSD), candidato que acabou vitorioso. E isso foi o bastante para que se dissesse que ela teria contribuído para a vitória de Robinson. E, de certo modo, contribuiu. Nas redes sociais, o que mais se viu foi gente dizendo que votou em Robinson por causa de Rosalba.

Mas tem gente que não vê dessa forma. E uma dessas pessoas é o prefeito Francisco José Júnior (PSD). Ele chegou a ironizar o fato, dizendo que Rosalba passou dois dias em Mossoró e conseguiu 25 mil votos para ele.

Voltando ao tema inicial, da especulação, o fato é que Rosalba Ciarlini voltou ao cenário político municipal e surge como um dos nomes viáveis à Prefeitura de Mossoró. Além dela, obviamente, está o prefeito Francisco José Júnior. Ele tem direito de ir à reeleição, pois só possui apenas um diploma de prefeito. É ainda tem a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB). O PSB certamente indicará Larissa Rosado. Com isso, já se tem aí quatro prováveis candidatos.

Mas isso não quer dizer que os quatro vão à disputa. Lógico que muita coisa acontecerá e que conversas irão acontecer entre os dirigentes partidários e lideranças políticas. Mas é algo que não se pode desprezar agora. Trata-se de um indicativo, mas tudo pode acontecer: Rosalba e Fafá se realinharem, Fafá e o prefeito se realinharem... Ou até mesmo um novo nome surgir ao embate eleitoral de 2016, como o do deputado federal eleito Betinho Segundo (PP).

Nenhum comentário: