segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Pesquisa amplia vantagem de Henrique para 15 pontos

Uma nova pesquisa realizada pelo Instituto Seta e publicada neste domingo (31) pelo Portal No Minuto confirma a vantagem do candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Alves, em relação ao segundo colocado, Robinson Faria (PSD), e uma vitória no primeiro turno.

Os números mostram Henrique com 15 pontos percentuais a mais que Robinson e 11 pontos a mais que a soma dos demais candidatos.

Tendo em vista o eleitorado do Rio Grande do Norte, de 2.327.451 eleitores, Henrique Alves tem cerca de 350 mil votos a mais que o segundo colocado, Robinson Faria. Em relação ao levantamento realizado pelo Ibope, e publicado na última semana, a vantagem de Henrique é hoje maior em três pontos percentuais – era de 12 pontos e hoje é de 15 pontos.

Segundo a pesquisa do Instituto Seta, Henrique Alves tem 39,7% dos votos, seguido por Robinson Faria, com 24,1%, em segundo lugar. Robério Paulino aparece com 2,6% dos votos e Simone Dutra com 1,4%. Por fim, o candidato Araken Farias tem 0,6%. A soma dos outros candidatos chega a 28,7% dos votos, enquanto Henrique tem 39,7%, ou seja uma vantagem de 11 pontos percentuais para uma vitória no primeiro turno.

Na pesquisa espontânea, que é quando o eleitor declara o seu voto sem ver a lista dos candidatos, Henrique Alves chega a 17 pontos de vantagem: 35,3% contra 18,3% de Robinson.

Os números ampliam o favoritismo de Henrique Alves, que já havia sido demonstrado com a divulgação da pesquisa do Ibope pela Inter TV Cabugi, na última quarta-feira (27). A pesquisa Ibope colocava Henrique com 12 pontos percentuais a mais que Robinson Faria, segundo colocado, e com sete pontos a mais que todos os outros candidatos, resultando numa vitória no primeiro turno.

Veja abaixo o resultado da pesquisa do Instituto Seta:
Henrique Alves (PMDB) – 39,7%
Robinson Faria (PSD) – 24,1%
Robério Paulino (PSOL) – 2,6%
Simone Dutra (PSTU) – 1,4%;
Araken Farias (PSL) – 0,6%.
Brancos e nulos – 20,4%
Não responderam – 11,2%


Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: