quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Casa de Saúde Dix-sept Rosado perto do fim

O fim parece ter chegado para a Casa de Saúde Dix-sept Rosado, controlada pela Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mossoró (Apamim) É que toda a diretoria será destituída nos próximos dias e a Prefeitura de Mossoró assumirá, temporariamente, o comando da instituição. Trata-se de uma interdição, a qual será confirmada dentro de 90 dias. Prazo para que todos os dados financeiros sejam levantados, valores de dívidas e do patrimônio. Se os valores (patrimônio e dívidas) forem equivalentes, a PMM assumirá de vez a Casa de Saúde e a transformará em Hospital Municipal.

É o que informa release publicado pela Secretaria Municipal de Comunicação Social no portal da Prefeitura de Mossoró (www.prefeiturademossoro.com.br).

Não deixa de ser uma notícia negativa e, ao mesmo tempo, positiva. Negativa porque nem todos os profissionais que atuam na Casa de Saúde Dix-sept Rosado continuarão lá. Certamente haverá demissão. E quando existe isso, não é bom. Afinal, trata-se de famílias que dependem exclusivamente daquele emprego. Ao mesmo tempo, a medida merece ser reconhecida. Até porque os atrasos salariais eram frequentes, bem como o déficit no atendimento via Serviço Único de Saúde (SUS).

Com a interdição e posterior posse dos serviços pela Prefeitura, a Casa de Saúde passará a ter novo CNPJ e deixará de realizar atendimentos particulares, uma vez que um órgão público não pode realizar serviços e cobrar por estes.

Por décadas, a Casa de Saúde Dix-sept Rosado foi controlada pelo grupo político que hoje tem o comando da deputada federal Sandra Rosado (PSB). O marido dela, médico e ex-deputado federal Laíre Rosado, já foi diretor. A filha, a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), também. 

Nenhum comentário: