domingo, 27 de julho de 2014

Restaurante popular na UERN

“Nunca pensei em receber tanto carinho dos mossoroenses. Em todos os lugares as pessoas me cumprimentam e dizem que eu preciso voltar para a Assembleia para cuidar das pessoas carentes. É isso que me dá gás para enfrentar essa caminhada”. Esse é o depoimento emocionado do candidato a deputado estadual Francisco José.

Toda a sua vida foi marcada pela caridade, pelo serviço gratuito à população. Esse trabalho o conduziu a dois mandatos como vereador de Mossoró e a três mandatos de deputado estadual. Em seus mandatos eletivos, Francisco José sempre olhou pela população mais carente. Uma dessas ações beneficia todos os dias milhares de mossoroenses. É de Francisco José o projeto que levou para Mossoró o antigo Restaurante Barriga Cheia, hoje Restaurante Popular, que oferece comida de qualidade à população ao preço simbólico de um real.

O candidato quer continuar esse trabalho, defendendo a instalação de uma unidade do Restaurante Popular na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Ele lembra que a UERN, mais que qualquer outra instituição, tem um perfil diferenciado, uma vez que através do sistema de cotas sociais, garante vagas no ensino superior para a população carente, de forma que 70% dos estudantes são oriundos de escola pública.

“Esses estudantes precisam se alimentar. A maioria precisa passar o dia na Universidade, estudando, fazendo pesquisas, e como não têm renda, é preciso que esse benefício chegue até eles. Sem falar, que tem os alunos de outras cidades que moram nas residências universitárias. Há quase dez anos, quando era deputado, já se discutia na Assembleia a instalação de um restaurante universitário, e até hoje, nunca foi concretizado. Mossoró precisa de mais uma voz na Assembleia para defender a nossa população. Já consegui trazer o programa para Mossoró. Minha meta agora é trazer o restaurante dos alunos da UERN”, afirmou Francisco José.

A UERN possui hoje aproximadamente 12 mil alunos regularmente matriculados em 83 cursos instalados em 17 municípios do Rio Grande do Norte. 


Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário: