quinta-feira, 17 de maio de 2012

Vereador Marcos Alexandre é candidato a prefeito em Grossos

Não se teve novidade no anúncio do candidato a ser apoiado pelo prefeito de Grossos, Veronilde Caetano (PSB): será o vereador Marcos Alexandre (PSB). O encontro que decidiu o nome governista ocorreu na noite de ontem, na casa do prefeito. Participaram representantes do PSB, PC do B, PDT, PR e PHS.

De cara, ao ouvir que o nome seria Alexandre, o presidente local do PDT, Emílio Oliveira, deixou a reunião. Ele não gostou da opção apresentada pelo prefeito, pois esperava ser o candidato.

Antes do anúncio, o prefeito enfatizou que apoiaria o nome, mas que não iria gastar nada. Até certo ponto, o prefeito está certo. Não se pode misturar o público com política. Contudo, a frase dita pelo prefeito assustou os correligionários, já que a cidade grossense tinha o costume de vivenciar uso da máquina administrativa em campanhas eleitorais.

Houve princípio de confusão. O vereador Carlos Lacerda (Cateca), do PC do B, também queria ser o candidato governista. Ele, de prontidão, disse que não toparia e comentou que poderia ser o candidato a vice e apontou o presidente da Câmara Municipal, vereador Manoel Alexander (PR), o Laíres, como opção.

Foi Laíres quem lembrou que o prefeito teria dito que o candidato governista seria o que estivesse em melhor colocação nas pesquisas. E Marcos Alexandre é o que, dizem, está em situação de maior competitividade. 

A questão do candidato a vice-prefeito não foi resolvida e uma outra reunião definirá a composição da chapa governista.

Jogo duplo
O presidente da Câmara Municipal tem feito jogo duplo. Ele já teria fechado para compor chapa com o democrata Enilson Fernando na condição de candidato a vice-prefeito. Laíres, inclusive, tem acompanhado Enilson em eventos em Mossoró, nos quais a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) está presente.

O blog não entende os motivos pelos quais Laíre insiste nesse jogo duplo. Afinal, ele integrará a chapa oposicionista e, ao mesmo tempo, fica alimentando supostas ilações ao grupo governista.

Ele também poderia estar agindo como "olheiro" da oposição, informando todos os passos que os governistas tomam. É só uma suposição.

Nenhum comentário: