terça-feira, 24 de abril de 2012

Sindicato fala em 22,22%, mas pleiteia reajuste de 12%


Quando o blog afirmou que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) estava vendendo “gato por lebre” o fez com base numérica. A diretoria do sindicato, para o público, apregoa que a greve se deve ao fato da Prefeitura de Mossoró dizer que não tem como conceder, agora, 22,22% de reajuste ao Piso dos professores.

Na prática, o percentual que está em jogo não é esse. São exatos 12%. Em recente audiência com a equipe econômica da Prefeitura de Mossoró, a diretoria do Sindiserpum apresentou esse número, mas obteve a contraproposta de reajuste de 6,37%.

A diretoria sindical não aceitou e partiu para o ataque. Quer pressionar o Executivo a conceder reajuste de 12% e luta pelos 5,63% que faltam para complementar o que se impõe.

Contudo, não é com achincalhe e soltando a verborragia de um conhecimento que eles pensam ter que vão obter resultado positivo na empreitada.

Em toda negociação é preciso respeito. E está faltando esse item essencial ao Sindiserpum. Como é que o sindicato, em plena negociação, denigre imagem, falseia uma realidade e incorre em algo que não deu certo no passado?

Pelo visto, está na hora dos professores da rede pública municipal de ensino levantarem a voz e voltar à cena o extinto Sindicato dos Professores de Mossoró (APM), já que com o Sindiserpum as negociações desandam.

Nenhum comentário: